Putin vem ao Brasil em novembro para reunião dos BRICS

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, vem ao Brasil, em novembro, para participar da reunião dos chefes de Estado dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). O encontro será em Brasília porque o Brasil assumiu, este ano, a presidência pro tempore do grupo.

A informação é do embaixador russo, Sergey Akopov, durante entrevista exclusiva ao portal. Antes da chegada dos chefes de Estado, os vice-ministros de Relações Exteriores irão se reunir, em março, em Curitiba, para discutir a programação deste ano para os membros do grupo. Os países que formam o bloco possuem juntos 40% da população mundial.

Além disso, em outubro, em Brasília, altos representantes dos BRICS, na área de segurança, também estarão reunidos.

Akopov disse ainda que a Rússia tem como meta atingir a média mundial de crescimento. O PIB russo cresceu 1,8% no ano passado. “O ritmo nao é satisfatório. Queremos 3,5% daqui a 2 ou 3 anos”, disse o embaixador.

Como o Brasil assumiu este ano a presidência pro tempore dos BRICS, será sede de várias atividades relacionadas ao bloco ao longo do ano.

Author: Claudia Godoy

Jornalista e fotógrafa, atuei na cobertura de imprensa nos Ministérios da Fazenda, Agricultura, Planejamento, Indústria e Comércio, Relações Exteriores, Saúde, Educação, além de Congresso Nacional, Palácio do Planalto e Banco Central. Também repórter e produtora de rádio e tv.

3 thoughts on “Putin vem ao Brasil em novembro para reunião dos BRICS

  1. Espero que as relações dos países envolvidos se fortaleçam em todos os sentidos, e que as facilidades para que os povos se visitem sejam estimuladas cada vez mais, através de festivais culturais, bolsas de estudos, desenvolvimento tecnológico e etc… . Gostaria que houvesse um canal que interligasse todos os países membros e divulgasse roteiros turísticos e viabilidades promocionais para trocas de experiências! Já visitei as Rússia e pretendo conhecer os demais também mas, as empresas aéreas e de Turismo poderiam melhorar o alinhamento entre si. Festivais de cinema tipo varilux ( Brasil x França ) é um bom exemplo de aculturamento. Uma nova moeda comum aos 5 países seria interessante evitando as flutuações atuais de cambio que tanto dificultam e atrapalham os planos turísticos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.