Produção de grãos fecha 2018 em 228,3 milhões de toneladas

A próxima safra (2018/19) deverá ser ainda maior, se aproximando do recorde histórico, de 238,8 milhões de toneladas, colhidos em 2016/17. A venda de fertilizantes e aumento de área plantada confirmam as previsões. Agora só dependemos do comportamento do clima.

A produção de grãos fechou o ciclo 2017/2018 em 228,3 milhões de toneladas, segunda maior colheita do país, informou a Conab, a Companhia Nacional de Abastecimento. A produção só ficou atrás da safra histórica de 2016/17, que atingiu 238,8 milhões de toneladas.

Segundo o estudo, a área plantada cresceu 1,4%, de 60,9 milhões de hectares para 61,7 milhões de hectares. O destaque da safra foi a soja, que obteve aumento na área plantada, na quantidade e na produtividade: a área cresceu 3,7% (35,1 milhões de hectares); a produtividade 0,9% (3.394 quilos por hectare) e a produção 4,6%, atingindo recorde (119,3 milhões de toneladas). 

O algodão também obteve bons resultados, com produção de 5 milhões de toneladas. A área plantada foi 25% maior em relação à safra anterior, chegando a 1,17 milhão de hectares e produtividade de 4.267 quilos por hectare.

A Conab estima que a produção agrícola 2018/19 será maior que a anterior. A próxima safra está estimada entre 233,6 milhões de toneladas e 238,5 milhões de toneladas. , entre 2,5% e 4,7% a mais que a safra anterior. O número está ainda mais próximo do recorde histórico.

Os dados colhidos até agora pela Conab de venda de fertilizantes e área plantada confirmam as previsões da Companhia. Agora só depende do comportamento do clima.

Author: Claudia Godoy

Jornalista e fotógrafa, atuei na cobertura de imprensa nos Ministérios da Fazenda, Agricultura, Planejamento, Indústria e Comércio, Relações Exteriores, Saúde, Educação, além de Congresso Nacional, Palácio do Planalto e Banco Central. Também repórter e produtora de rádio e tv.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.