Plano Safra 2019/2020 terá R$ 225, 59 milhões

O Plano Safra 2019/2020 foi anunciado nesta terça (18), em Brasília, pela ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina.

A ministra explicou que o governo irá distribuir os recursos de forma a atender um número maior de produtores, “mas sem discriminar os grandes do setor”.

O lançamento ocorreu no Palácio do Planalto. A ministra Tereza Cristina destacou que o plano atenderá pequenos, médios e grandes produtores. Do total do plano, R$ 222,74 bilhões são para o crédito rural (custeio, comercialização, industrialização e investimentos), R$ 1 bilhão para o Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR) e R$ 1,85 bilhão para apoio à comercialização.

O setor contará com R$ 225,59 bilhões para a temporada. Desse total, R$ 222,74 bilhões são para crédito rural, sendo R$ 169,33 bilhões para custeio, comercialização e industrialização. Além disso, R$ 53,41 bilhões serão para investimento.

Agricultores que se enquadram no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf)  terão taxas de juro entre 3% e 4,6% ao ano. Para pequenos (que estão fora do Pronaf) e médios, o juro será de 6% ao ano. Os demais terão juros de 8% ao ano.

Segundo Tereza Cristina, pequenos e médios produtores foram prioridades do governo. “Pela primeira vez, o Tesouro Nacional disponibiliza mais recursos para subvenção do Pronaf do que para dos demais. São R$ 5 bilhões para equalizar juros, valor recorde”, afirmou.

De acordo com o Ministério da Agricultura, foram aprovados novos preços mínimos para a safra 2019/2020, com reajuste médio de 7% para os principais produtos. “Esses valores tiveram como referência os custos das lavouras, os preços nos mercados internacionais e a perspectiva das taxas de câmbio”, informaram.

Ainda de acordo com o ministério, para 2020, o investimento programado para apoio à comercialização nas modalidades de aquisição direta do produtor, contratos de opção de venda e subvenção de preços é de R$ 1,85 bilhão.


Author: Claudia Godoy

Jornalista e fotógrafa, atuei na cobertura de imprensa nos Ministérios da Fazenda, Agricultura, Planejamento, Indústria e Comércio, Relações Exteriores, Saúde, Educação, além de Congresso Nacional, Palácio do Planalto e Banco Central. Também repórter e produtora de rádio e tv.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.