Paquistão pede apoio internacional contra ocupação de Jammu e Caxemira

O Paquistão pede apoio internacional contra a repressão à população de Jammu e Caxemira, ocupada há mais de 70 anos pela Índia, apesar de acordo que estabelecia a região, de maioria muçulmana, como parte do território paquistanês. De acordo com dados divulgados pelo chefe adjunto da embaixada paquistanesa, Azeem Ullah Cheema, no ano passado, 586 pessoas foram mortas por militares indianos na região.

Pelo menos 120 residências de civis foram danificadas. O Paquistão defende um plebiscito para que a população decida o seu futuro. No próximo 5 de fevereiro, como em todos os anos, será celebrado o Dia da Solidariedade à Caxemira, para relembrar as violações aos direitos humanos pelas forças de segurança indianas.

Jammu e Caxemira, região dividida entre Índia, Paquistão e China.

Ullah Cheema, informou, durante encontro com jornalistas, em Brasília, que relatório das Nações Unidas aponta “contínuas atrocidades e violações aos direitos humanos sendo praticadas pela Índia na região de Jammu e Caxemira”. A região é dividida entre Índia, Paquistão e China.

O chefe adjunto da embaixada do Paquistão, Azeem Ullah Cheema (esquerda), e o adido de defesa paquistanês, general Muhamad Yousaf.

O adido de defesa da embaixada do Paquistão, general Muhamad Yousaf, também participou da entrevista com a imprensa. Segundo dados paquistaneses, na região de Jammu e Caxemira há um soldado para cada 12 habitantes. Talvez a maior concentração militar per capita do mundo.

Cheema destacou a necessidade de que seja realizado plebiscito para que a população decida o seu futuro. A consulta popular foi indicada como solução para o conflito pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Author: Claudia Godoy

Jornalista e fotógrafa, atuei na cobertura de imprensa nos Ministérios da Fazenda, Agricultura, Planejamento, Indústria e Comércio, Relações Exteriores, Saúde, Educação, além de Congresso Nacional, Palácio do Planalto e Banco Central. Também repórter e produtora de rádio e tv.

1 thought on “Paquistão pede apoio internacional contra ocupação de Jammu e Caxemira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.