Paquistão e Índia já travaram três guerras por Jammu e Caxemira

O adido de Defesa da embaixada do Paquistão no Brasil, brigadeiro general Muhammad Yousaf, lembrou que Paquistão e Índia já travaram três guerras na disputa pelo território de Jammu e Caxemira.

O brigadeiro general Yousaf discursa durante celebração pelo Dia da Defesa, ao lado do embaixador do Paquistão, Najm us Saqib, e do ¹ Secretário da embaixada, Azeem Ullah Cheema.

Ele lembrou que cem mil habitantes do território ocupado pela Índia já perderam suas vidas na luta pelo direito à autodeterminação. O adido de Defesa paquistanês disse que “há mais de um mês a Caxemira ocupada está sob um toque de recolher imposta pelas forças indianas”.

Yousaf ao lado de Cheema e representantes da comunidade paquistanesa em Brasília.

Enquanto isso, o povo da região espera que a comunidade internacional o ajude a realizar um plebiscito prometido por diversas resoluções do Conselho de Segurança da ONU.

O brigadeiro general disse que a paz duradoura no Sul da Ásia só será possível com uma solução justa para a paz de Caxemira. Ele garantiu que as Forças Armadas do Paquistão continuarão a apoiar o povo de Caxemira de todas as formas possíveis e “não hesitarão em ultrapassar qualquer limite com esse objetivo”.

O brigadeiro general junto ao embaixador do Paquistão, Cheema e jornalistas.

O adido de Defesa prestou tributo os soldados paquistaneses que deram suas vidas na defesa do país, inclusive na luta contra o terrorismo. Lembrou que morreram três vezes mais soldados do Paquistão que os da OTAN e do exército afegão, juntos no combate contra o terrorismo.

Author: Claudia Godoy

Jornalista e fotógrafa, atuei na cobertura de imprensa nos Ministérios da Fazenda, Agricultura, Planejamento, Indústria e Comércio, Relações Exteriores, Saúde, Educação, além de Congresso Nacional, Palácio do Planalto e Banco Central. Também repórter e produtora de rádio e tv.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.