“Noites de Zarzuela” reúne, no CCBB, Espanha e Uruguai no Instituto Cervantes

Os embaixadores da Espanha, Fernando García Casas, e do Uruguai, Gustavo Vanerío, além da diretora do Instituto Cervantes, Rosa Sanchez,  realizaram, no último sábado e domingo (22 e 23), no CCBB, em Brasília, a apresentação do espetáculo “Noites de Zarzuelas”.

A diretora do Instituto Cervantes, Rosa Sanchez, o embaixador da Espanha, Fernando García Casas, e o embaixador do Uruguai, Gustavo Vanerío, fizeram um rápido discurso antes do espetáculo começar. Foto: Claudia Godoy
Os artistas Débora de León (soprano), Manuela Hernández (soprano), Alfredo Belloni (tenor), Marcos Carrasco (barítono), Ignácio Pilone, o pianista durante a apresentação no CCBB, em Brasília. Foto: Claudia Godoy

Um tipo de ópera cômica, a zarzuela é uma mistura de canto, entremeado com pequenos diálogos e dança. No espetáculo estavam diplomatas, jornalistas e amigos dos países.

O público apreciou a apresentação de zarzuela. Foto: Claudia Godoy

A zarzuela é um gênero de ópera cômica com diálogos que nasceu no século XVII, na Espanha. O nome zarzuela tem origem no local em que as apresentações eram feitas para a corte espanhola.  

O embaixador do Equador, Diego Ribadeneira, esteve no CCBB para prestigiar o espetáculo. Foto: Claudia Godoy

O espetáculo começou com um dúo das sopranos Débora de León e Manuela Hernández. “Los diamantes de la Corona”, de Asenjo Barbieri deixou a todos encantados. Também foram apresentadas peças de Moreno Torroba, “Amor, vida de mi vida” – de Maravilla, e Mulata infeliz – de María la O, do cubano Ernesto Lecuona.


Author: Claudia Godoy

Jornalista e fotógrafa, atuei na cobertura de imprensa nos Ministérios da Fazenda, Agricultura, Planejamento, Indústria e Comércio, Relações Exteriores, Saúde, Educação, além de Congresso Nacional, Palácio do Planalto e Banco Central. Também repórter e produtora de rádio e tv.

1 thought on ““Noites de Zarzuela” reúne, no CCBB, Espanha e Uruguai no Instituto Cervantes

  1. Almost all of what you point out happens to be astonishingly appropriate and that makes me wonder why I had not looked at this in this light before. Your article really did turn the light on for me as far as this subject goes. Nevertheless there is actually one particular point I am not too cozy with so whilst I make an effort to reconcile that with the core idea of your issue, permit me see exactly what the rest of your visitors have to say.Nicely done.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.