No Cazaquistão, Tokayev deve ser eleito com mais de 70% dos votos, segundo pesquisas

O atual presidente do Cazaquistão, Kassym-Jomart Tokayev, deve ser eleito presidente do país com os votos de mais de 70% dos eleitores do país. A eleição foi realizada ontem (09) e contou com observadores internacionais, inclusive do Brasil.

As informações são do embaixador casaque no Brasil, Kairat Sarzhanov, que ressaltou a participação de 77,4% dos eleitores do país. O atual presidente assumiu o cargo em abril deste ano após a renúncia de Nursultan Nazarbayev, em março.

O resultado oficial da eleição será divulgado até o dia 16 de junho. “O presidente pediu a eleição antecipada porque era absolutamente necessário garantir a continuidade, previsibilidade e estabilidade no momento da transição política e remover qualquer incerteza. E isso só poderia ser assegurado por meio da vontade direta das pessoas em uma eleição”, disse o embaixador casaque.

Entre os sete candidatos a presidente uma mulher pela primeira vez se apresentou como candidata. Foi Daniya Yespaeva, do partido “Ak Zhol”, Partido Democrático que teria recebido 5,2% dos votos, de acordo com as pesquisas preliminares.

O embaixador casaque lembrou que 147 observadores internacionais de mais de 41 países acompanharam as eleições casaques, inclusive do Brasil. “Os senadores Chico Rodrigues e Jaques Wagner visitaram o Cazaquistão para monitorar a eleição como observadores internacionais”, disse Sarzhanov. Outros 227 jornalistas também estiveram no Cazaquistão para cobrir as eleições presidenciais. “Vejo isso como alto interesse da comunidade mundial no Cazaquistão e as mudanças em curso na vida política e social do país”, afirmou o embaixador do Cazaquistão.

Author: Claudia Godoy

Jornalista e fotógrafa, atuei na cobertura de imprensa nos Ministérios da Fazenda, Agricultura, Planejamento, Indústria e Comércio, Relações Exteriores, Saúde, Educação, além de Congresso Nacional, Palácio do Planalto e Banco Central. Também repórter e produtora de rádio e tv.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.