Mais de 60 mil brasileiros visitam Croácia todos os anos

Os croatas têm uma tradição de 150 anos em receber turistas e não exigem visto dos brasileiros. Além disso, a moeda nacional ainda é a kuna croata porque, apesar de estar na União Europeia, a Croácia ainda não adotou o euro como moeda oficial. “Adotaremos o euro em cinco anos”, informa o embaixador da Croácia, Zeljko Vukosav. O turismo representa 19,6% do PIB (Produto Interno Bruto) da Croácia. Eles recebem 17 milhões de turistas por ano e alcançam divisas da ordem de € 15 bilhões.

Marjan, colina de Split, a segunda maior cidade da Croácia, está situada numa pequena península na margem oriental do Mar Adriático, na base dos montes Kozjak e Mosor. Foto: divulgação.

Além de possuírem uma costa recortada com baías e penínsulas e pasmem! mil ilhas, eles já foram o epicentro do Império Romano. Na cidade de Split, situado numa pequena península na margem oriental do Mar Adriático, ainda resiste o palácio de Diocleciano (243-311). Filho de um escriba e ex-escravo, o imperador foi comandante da escolta imperial antes de ascender ao poder. Já velho e doente, convocou uma assembleia para anunciar sua renúncia.

Maquete do palácio de Diocleciano mostrando o mausoléu do imperador (atual Catedral de São Dômnio). Foto: Wikipedia.
Diocleciano (243-311), que morreu num palácio em Split, Croácia. Foto: divulgação.

O porto de Split, a maior e mais importante cidade da Dalmácia, com o campanário da catedral de São Dômnio, construída dentro do antigo Palácio de Diocleciano, ao fundo. Foto: divulgação.

Ainda de interessante sobre a Croácia: Dubrovnik, uma das principais e mais turísticas cidades croatas tem a fama de ter sido a primeira Cidade-Estado, quando era República, em 1776, a reconhecer a independência dos Estados Unidos, assim que ocorreu a declaração oficial. “Reza a lenda que Dubrovnik, que era uma República independente como Veneza, foi o primeiro Estado do mundo a reconhecer os Estados Unidos”, disse o embaixador croata.

Fotos de Dubrovnic, cidade costeira, no extremo sul da Dalmácia, um dos destinos turísticos mais concorridos do Mar Adriático. Foto: divulgação.

Author: Claudia Godoy

Jornalista e fotógrafa, atuei na cobertura de imprensa nos Ministérios da Fazenda, Agricultura, Planejamento, Indústria e Comércio, Relações Exteriores, Saúde, Educação, além de Congresso Nacional, Palácio do Planalto e Banco Central. Também repórter e produtora de rádio e tv.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.