Descartamos qualquer tipo de intervenção na Venezuela, diz embaixador russo no Brasil

A Rússia adota o princípio do Direito Internacional de não intervenção em assuntos internos de outros países para justificar o apoio ao presidente da Venezuela Nicolás Maduro. “ Logicamente descartamos qualquer tentativa de intervenção e de derrubar o governo de um país independente”, afirmou o embaixador da Rússia no Brasil, Sergey Akopov.

Nesta semana, Rússia e China votaram contra resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU) que pedia eleições livres, imparciais e críveis na Venezuela. O embaixador russo acredita que a posição russa é bem compreendida pelo governo brasileiro. “O papel do Brasil na reunião do Grupo de Lima foi fundamental. Estamos tentando compreender a posição brasileira. Temos diferentes pontos de vista, mas não quer dizer que relações bilaterais têm que sofrer”, lembrou o embaixador. Os princípios e tradições da diplomacia brasileira foram citados durante a reunião do Grupo de Lima, que foi criado em 2017 por chanceleres de países das Américas para abordar a situação da Venezuela.

A Rússia propõe solução política entre governo e oposição venezuelana. “Eles devem encontrar a saída. Isso é possível. Na Síria, por exemplo, conseguiram o diálogo da oposição com o governo. A Rússia e a China se propõem a mediar diálogo entre o governo e a oposta ao venezuelana.

Author: Claudia Godoy

Jornalista e fotógrafa, atuei na cobertura de imprensa nos Ministérios da Fazenda, Agricultura, Planejamento, Indústria e Comércio, Relações Exteriores, Saúde, Educação, além de Congresso Nacional, Palácio do Planalto e Banco Central. Também repórter e produtora de rádio e tv.

1 thought on “Descartamos qualquer tipo de intervenção na Venezuela, diz embaixador russo no Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.