A Páscoa eslovena: carne e nada de chocolate

A Eslovênia celebra a morte e ressurreição de Cristo de maneira um pouco diferente da nossa. Os católicos vão à missa e costumam levar uma cesta de alimentos para serem abençoados pelo padre. Entre esses alimentos estão um presunto e um fabuloso rocambole de mel e castanhas.

Os ovos cozidos de galinha pintados e decorados para a Páscoa. Foto: Claudia Godoy.
O presunto “sunka”, que costuma ser saboreado pelos eslovenos na Páscoa.

Entre esses alimentos está até um presunto típico de Páscoa, o “sunka”, uma raiz para fazer molhos, “hren”, um bolo típico esloveno, o “potica”, além dos belos ovos de galinha cozidos e pintados, os “pirhi”.

O embaixador da Eslovênia, Alain Bergant, apresentando os pratos típicos de Páscoa do seu país. Foto: Claudia Godoy.

“ É um momento de reunir a família, renovação, reinício, purificação e renascimento”, disse o embaixador da Eslovênia, Alain Bergant.

Na noite desta terça-feira (16), o embaixador e sua equipe, entre eles a conselheira econômica, Suzana Pendic, e o 1 conselheiro, Blaz Slamic, além da encarregada de Assuntos Culturais e Mídia, Tanja Maslac, receberam amigos, na sede da representação diplomática, em Brasília, para celebrar a chegada da Páscoa.

Alain Bergant e parte da equipe reunidos. Pendic (à esquerda), Maslac (ao lado do embaixador), e Daniel Cysne (à direita), acompanhado pela esposa, Isadora, que recebeu homenagem da embaixada.

À mesa estavam todos os alimentos que costumam ser servidos durante as comemorações da Páscoa eslovena. E eles aproveitaram, também, para lembrar os aniversariantes da embaixada, que juntos somavam 143 anos. Um belo momento de descontração.

Num belo momento de descontração, os funcionários da embaixada eslovena aproveitam o jantar para comemorar os aniversários de vários deles, que juntos somam 143 anos.

O rocambole esloveno, com mel e castanhas, foi preparado pela Seleta, padaria brasiliense de Daniel Cysne e Isadora Cysne. Eles também estavam presentes ao jantar e contaram que conseguiram produzir o “potica” depois de vários testes.

Isadora Cysne e Daniel Cysne com as filhas, Mariana (a maior) e Gabriela (a menor).

“Estamos muito felizes por ter dado certo”, disse Cysne ao receber a homenagem do embaixador.

Author: Claudia Godoy

Jornalista e fotógrafa, atuei na cobertura de imprensa nos Ministérios da Fazenda, Agricultura, Planejamento, Indústria e Comércio, Relações Exteriores, Saúde, Educação, além de Congresso Nacional, Palácio do Planalto e Banco Central. Também repórter e produtora de rádio e tv.

2 thoughts on “A Páscoa eslovena: carne e nada de chocolate

  1. A busca pela excelência na qualidade dos produtos é uma tônica na visão de negócios da Padaria Seleta, além de procurar apresentar sempre novidades para atrair os clientes que buscas diferenciais!!!…
    Parabéns Daniel e Isadora vocês merecem as homenagens!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.