segunda-feira, 17 junho, 2024
11.5 C
Brasília

AIC entrega Troféu Mulher na embaixada de Cameroun em Brasília

OUTROS DESTAQUES

Por AIC

A Academia Internacional de Cultura (AIC) celebrou a entrega do Troféu Mulher 2024 na Embaixada de Cameroun, com a presença de embaixadores de dez países e mais de trinta acadêmicos da instituição. Este ano, as homenageadas pela AIC com o troféu foram a empresária Ana Claudia Mizziara, a comandante da Polícia Militar Ana Paula Barros Abka, a cineasta Cleuza Brandão, a produtora cultural Damiana Leoi, a ministra aposentada Eliana Calmon, a embaixatriz de Cameroun Laura Mbeng, a comandante do Corpo de Bombeiros Monica Mesquita de Miranda, a deputada distrital Paula Belmonte, e a editora Raquel Verano.

Os embaixadores de Chipre, Cazaquistão, Eslovênia, Malta, Trinidad e Tobago, Grécia, Guatemala, Ruanda e Cabo Verde foram recepcionados pela presidente da AIC, Shirley Pontes, pelo embaixador de Cameroun, Martin Mbeng, e pela embaixatriz Laura Mbeng, com uma mostra cultural, onde estiveram expostas peças artesanais da República de Cameroun.

A abertura oficial do Troféu Mulher contou com uma plateia de mais de cem pessoas. Após a entrega das outorgas aos homenageados, acadêmicos da AIC e convidados puderam se deslumbrar com um desfile de moda com modelos camaroneses em roupas típicas daquele país. Após o desfile, foi oferecido um jantar com comidas típicas da República de Cameroun, animado pelo ritmo Makossa, música representativa do país.

O Troféu Mulher visa contemplar mulheres que se destacaram em suas áreas de atuação, valorizando a dedicação e o bom desempenho na trajetória destas mulheres.

A AIC é uma entidade cultural sem fins lucrativos, sediada em Brasília, cujos membros são oriundos das áreas de literatura, artes, música, filosofia e ciências. Como instituição, tem a missão de promover, estimular e valorizar o bom desempenho profissional e o intercâmbio cultural, com vistas à paz e união entre os povos.

Minibiografia das homenageadas

ANA CLÁUDIA MIZZIARA: Carioca, casada, mãe de três filhas e avó. Chegou a Brasília em 1969 com seus pais, proprietários da Construtora Graça Couto Sá, tendo feito diversas obras na cidade. Empresária de Eventos como gestora do Buffet Villa Rizza, que está em operação há 35 anos, gerando 20 empregos diretos e cem empregos indiretos. Forma mão de obra para o setor e realiza em média 7 eventos por semana entre abril e dezembro. Tem tradição de fazer os mais lindos e elegantes eventos da capital.

ANA PAULA BARROS ABKA: Pernambucana, casada e mãe. Graduada em Educação Física e Direito, com Pós-Graduação em Ciências Jurídicas, com destaque para o curso de Cinotécnia, possui treinamento em Repressão às drogas e Segurança de autoridades. Ingressou na Polícia Militar do Distrito Federal em 1994 como cadete e teve uma consistente trajetória ascendente. Recebeu várias honrarias, entre elas Medalha da Ordem do Mérito Judiciário Militar, a Medalha Mérito Segurança Pública do Distrito Federal e a Medalha Ordem do Mérito de Brasília. Com um currículo rico em experiências e um destacado compromisso com a segurança e o bem-estar da comunidade e dos colegas de farda, segue no cumprimento da missão: liderança na Polícia Militar do Distrito Federal. É a segunda mulher a assumir o Comando Geral da PMDF, ocorrido em janeiro de 2024.

CLEUZA BRANDÃO: Dramaturga, Cineasta, Roteirista de Cinema e Televisão, além de Produtora Cultural, foi da Caixa Econômica Federal, onde inovou implantando o teatro corporativo. Especialista em Gestão por Competências, é pós-graduada em Gestão de Pessoas, Neurociência, Comportamento e “Storytelling”. Após a aposentadoria, em 2010, passou a dedicar-se exclusivamente ao teatro e ao cinema. Defensora das causas da mulher, usa o teatro e o cinema como forma de expressão, recebendo vários Prêmios e Menções Honrosas. Realizou 30 obras em 20 anos de atuação no DF, GO e SP. Faz comédia e aborda com leveza temas sensíveis da nossa sociedade. Teve uma de suas obras adaptada para o cinema, Alma Gêmea, pelo carioca Orlando Senna.

DAMIANA LEOI: Pernambucana, vive em Brasília desde 1972. Educadora com várias formações na área, e décadas de atividade profissional. Tem formação em Artes Plásticas e é uma artista produtiva, tendo participado das exposições coletivas como Centenário da ABACH, no Salão Villa Lobos do Teatro Nacional; Mostra Entre Amigas no Espaço Cultural Codevasf; XXVIII Salão Brasília Marinhas promovido pela Marinha do Brasil; dentre muitas outras. Foi empresária no ramo das artes por 10 anos, e continua como Produtora Cultural. Participa ativamente no voluntariado do Clube Soroptimista do Brasil. É Conselheira do Clube Internacional e Diretora Social da AIC.

ELIANA CALMON: Ministra aposentada do Superior Tribunal de Justiça, é Graduada em Direito na Universidade Federal da Bahia. Foi Professora de Direito Público na Universidade Federal do Rio Grande do Norte , na Faculdade de Direito da UFBA, Universidade Católica de Salvador e na Associação de Ensino Unificado do DF. Foi Procuradora da República em Pernambuco e no Distrito Federal, Juíza Federal na Bahia e Desembargadora Federal a partir de 1979. Foi Ministra do Superior Tribunal de Justiça e Corregedora Nacional de Justiça no Conselho Nacional de Justiça. Foi também Diretora da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados. Atualmente é advogada com escritório em Brasília. Recebeu inúmeras homenagens e medalhas de mérito ao longo de sua carreira.

LAURA MBENG: Embaixatriz de Cameroun, é dentista desde 1991. Nascida nos Estados Unidos, viveu na Nigéria, Londres, Canadá e Rússia, tendo uma vasta experiência global. É uma genuína produtora cultural que valoriza e promove as raízes africanas pelos países onde vai e, também, de forma atuante, arrecada fundos para atividades filantrópicas e projetos de caridade. Por duas vezes foi eleita Presidente do Grupo de Cônjuges de Chefes de Missão em Brasília (GCCM). Suas criatividade e habilidades a levaram longe no mundo aberto ao intercâmbio e a vivência multicultural. Tem cinco filhos e é esposa do Embaixador de Camarões Martin Mbeng, Decano dos Embaixadores Africanos.

MÔNICA MESQUITA DE MIRANDA: Primeira mulher nomeada comandante-geral na história dos Corpos de Bombeiros do Brasil, é graduada em psicologia, casada e mãe de três filhas. Comandante-Geral desde janeiro de 2023, é natural de Brasília. Ingressou no curso de formação de oficiais do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal no ano de 1993. Dentre as principais funções que ocupou, está o cargo de comandante do Centro de Assistência Bombeiro Militar. Atuou também na Diretoria de Ensino CBMDF, na Diretoria de Investigação de Incêndio CBMDF, dentre outras. Ao longo de sua carreira na Corporação, obteve várias capacitações, dentre elas o Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais em Administração Corporativa, o Curso de Altos Estudos para Oficiais e o Curso de Segurança Pública e LGPD. Também foi condecorada com a Medalha Dom Pedro II e Ordem do Mérito Aeronáutico.

PAULA BELMONTE: Mudou-se com a família para Brasília na década de 70. É casada e mãe de seis filhos. Cursou administração e tornou-se empresária do ramo imobiliário. Entrou para a política em 2018. Teve um mandato como Deputada Federal e agora é Deputada Distrital. Como parlamentar, suas principais causas são as que afetam crianças, mulheres e a população em situação de vulnerabilidade, e sempre o que envolve a boa gestão do dinheiro público.

RAQUEL VERANO: Brasiliense, graduada em Letras, com pós-graduação em literatura infantil. Em 2001, fundou e empreende o selo editorial Observatório do Texto, que atua amplamente em Brasília e também em outras capitais, oferecendo uma assessoria literária para escritores. Tem mais de 200 títulos publicados e distribuídos no mercado. Faz um trabalho social na Vargem Bonita, onde é fundadora e vice-presidente da Associação Corrente do Bem da Vargem Bonita, que tem como objetivo melhorar a qualidade de vida de famílias carentes da comunidade. Também é acadêmica da AIC, onde ocupa o cargo de Secretária Geral desde 2022.

spot_img
spot_img