domingo, 3 março, 2024
21.5 C
Brasília

Embaixador russo diz que as sanções econômicas contra seu país são ilegítimas

OUTROS DESTAQUES

@bacuribrasiloficial Na segunda parte da entrevista, o embaixador Alexey Labetskiy diz que as sanções econômicas contra a Rússia são ilegítimas porque não foram adotadas pelas Nações Unidas (ONU), como determinam as regras do Direito Internacional. “Sabemos que o Direito Internacional reconhece como sanções econômicas apenas as adotadas pela ONU. Neste caso concreto estas foram sanções unilaterais que não diferem muito de simples pirataria e pilhagem”, disse o embaixador. Labetskiy afirmou que a Rússia não reconhece as sanções. “Estamos combatendo e defendendo os nossos interesses na área econômica, financeira, como na área dos valores de propriedade”, afirnou o diplomata. O embaixador Alexey Labetskiy avalia que as sanções econômicas impostas à Rússia tiveram efeito não esperado no Ocidente e pouco previsto pelos russos. “Ao invés de importar os produtos, as tecnologias, essenciais, começamos a buscar as produções locais, a criar produções locais, a criar as tecnologias locais”, disse o Labetskiy com exclusividade ao site Bacuri Brasil. De acordo com o embaixador, a situação financeira da Rússia é estável. “Nós temos tudo que é necessário para o funcionamento da economia”, garantiu o embaixador. O diplomata informou que o país está abrindo produções altamente tecnológicas que haviam sido abandonadas. “A prova mais visível disso é que conseguimos manter nosso comércio e investimento externo reorientando as mercadorias para regiões da África, Ásia e América Latina”, disse o embaixador, acrescentando que o governo russo conseguiu manter a estabilidade da moeda e recriar muitas indústrias. “A nossa indústria consegue fornecer todo o material necessário para as Forças Armadas, Marinha e Aviação”, afirmou Labetskiy. #russia #alexeylabetskiy #bacuribrasil #claudiagodoy #guerra ♬ som original – claudia godoy

Por Claudia Godoy

Na segunda parte da entrevista, o embaixador Alexey Labetskiy diz que as sanções econômicas contra a Rússia são ilegítimas porque não foram adotadas pelas Nações Unidas (ONU), como determinam as regras do Direito Internacional. “Sabemos que o Direito Internacional reconhece como sanções econômicas apenas as adotadas pela ONU. Neste caso concreto estas foram sanções unilaterais que não diferem muito de simples pirataria e pilhagem”, disse o embaixador. Labetskiy afirmou que a Rússia não reconhece as sanções. “Estamos combatendo e defendendo os nossos interesses na área econômica, financeira, como na área dos valores de propriedade”, afirnou o diplomata.
O embaixador Alexey Labetskiy avalia que as sanções econômicas impostas à Rússia tiveram efeito não esperado no Ocidente e pouco previsto pelos russos. “Ao invés de importar os produtos, as tecnologias, essenciais, começamos a buscar as produções locais, a criar produções locais, a criar as tecnologias locais”, disse o Labetskiy com exclusividade ao site Bacuri Brasil.
De acordo com o embaixador, a situação financeira da Rússia é estável. “Nós temos tudo que é necessário para o funcionamento da economia”, garantiu o embaixador. O diplomata informou que o país está abrindo produções altamente tecnológicas que haviam sido abandonadas. “A prova mais visível disso é que conseguimos manter nosso comércio e investimento externo reorientando as mercadorias para regiões da África, Ásia e América Latina”, disse o embaixador, acrescentando que o governo russo conseguiu manter a estabilidade da moeda e recriar muitas indústrias. “A nossa indústria consegue fornecer todo o material necessário para as Forças Armadas, Marinha e Aviação”, afirmou Labetskiy.

spot_img
spot_img