domingo, 3 março, 2024
21.5 C
Brasília

Nos Emirados Árabes toquei um falcão pela primeira vez

OUTROS DESTAQUES

Por Claudia Godoy

@bacuribrasiloficial A partir de hoje apresento a vocês um retrato brasileiro de Dubai, um dos sete Emirados de uma nação que fica predominantemente ao longo da península árabe. Aqui, pela primeira vez, toquei num falcão, um dos animais mais incríveis do planeta. Os beduínos da península árabe utilizaram, durante milênios, os falcões para ajudar a capturar presas. Hoje em dia, a sua importância na vida beduína é mais cerimonial. Nos Emirados Árabes, apesar de toda a tecnologia, o governo estimula o conhecimento e os hábitos ancestrais para cultivar a cultura original dos habitantes. Falcões não são apenas os animais mais rápidos do mundo, também possuem poder e agilidade, o que os torna caçadores formidáveis. Um falcão peregrino já foi cronometrado fazendo um voo de mergulho de 389 km/h. #dubai🇦🇪 #bacuribrasil #claudiagodoy ♬ som original – claudia godoy

 

A partir de hoje apresento a vocês um retrato brasileiro de Dubai, um dos sete Emirados de uma nação que fica predominantemente ao longo da Pensínsula Arábica. Tecnologia e ancestralidade parecem caminhar de mãos dadas nesta nação repleta de encantos.

Pela primeira vez, toquei num falcão, um dos animais mais incríveis do planeta. Os beduínos da península árabe utilizaram, durante milênios, os falcões para ajudar a capturar presas. Hoje em dia, a sua importância na vida beduína é mais cerimonial.

Nos Emirados Árabes, apesar de toda a tecnologia, o governo estimula o conhecimento e os hábitos ancestrais para cultivar a cultura original dos habitantes.

Falcões não são apenas os animais mais rápidos do mundo, também possuem poder e agilidade, o que os torna caçadores formidáveis. Um falcão peregrino já foi cronometrado fazendo um voo de mergulho a 389 km/h.

As empresas de turismo possuem treinadores especializados na falcoaria. 📸Claudia Godoy
spot_img
spot_img